quarta-feira, dezembro 23, 2009

Aquele post do cortejo fúnebre


Hoje quando eu vinha trabalhar estava passando por um cortejo fúnebre.

Então por uma dessas razões que nem o espírito de natal consegue explicar,

Eu acabei num engarrafamento, entre o carro que levava o corpo e o resto da fila

Eu era o mais “próximo” do morto.

Aí, enquanto seguia o cortejo do desconhecido, fiquei pensando: Funerárias são uma espécie de Delivery de cadáver. Você liga, e eles entregam em qualquer cemitério...

Depois saí do cortejo e vim para a labuta...



Um comentário:

claudia disse...

sais minerais vc realmente é 10!
vc imagina coisas que nunca passariam pela minha cachola!
mesmo dodói seu humor nao te abandona
antes assim!
bom pra vc
melhor pra mim!!!! rs
bjos de remédios curativos
claudia