domingo, março 25, 2007

043 - 25/03/2007 - Para mim

Eu morro de medo de perder as pessoas que eu amo e, talvez, por isso mesmo, eu tenha medo de amar assim, tão solto, tão entregue, com os olhos brilhando, cheios de lágrimas, com riso, com choro, com vida.
Já faz algum tempo que comecei a guardar só para mim meus sentimentos mais intensos. Justamente aqueles que deveriam ter sido entregues a quem os provocou. Todo aquele amor e todo aquele ódio transformando tudo em mim. Com um peso enorme. Aquilo tudo se acumulando, uns sobre os outros, desordenados, sufocados, e não vividos. A vida passando, as coisas acontecendo e eu ali, incapaz de aproveitar, com medo de perder, qualquer mínima sensação que fosse, boa ou ruim, qualquer coisa.
Agora estou abrindo o portão. E não sei bem o que vai sair de lá. Talvez um menino. Um menino triste, pequeno, com os olhos virados para baixo, tentando não cair, pedindo colo, talvez chorando, ou rindo quem sabe, afinal foi libertado. Aquele menino, incapaz de fazer o mal, aquele menino que amava sua avó, que ouvia suas histórias e acreditava nelas.
Agora solto. Livre.
Talvez para crescer, talvez para reparar todos os danos causados a tantas pessoas, não por maldade ou por vontade, mas por medo.
Por insegurança.
Talvez esse menino tenha mesmo que crescer. As coisas são assim. E serão sempre assim.
Há um quarto escuro e é preciso caminhar. Hoje já é possível ver as mãos estendidas, esperando para ajudá-lo a sair.
E tem a luz lá fora.
E já não há medo.
Seja bem-vindo ao mundo pequena criança.
Não se preocupe mais. Está tudo bem.
Seja feliz. Você merece.

sábado, março 24, 2007

042 - 25/03/2007 - E eu vou me casar...

É, então eu vou me casar...
A sensação?
A sensação é fácil de explicar.
Pegue um cd, aquele que você mais gosta, com uma música suave, uma voz macia
Apague a luz, aumente o som
Esqueça tudo, feche os olhos
Respire fundo
Sorria
Deixe a música ir tomando conta devagarinho
Entre em um transe hipnótico como jamais esteve antes
Sinta que você pode tudo
Sinta que toda a sua vida está valendo a pena
Que você é feliz
Que está exatamente onde queria estar
E aí está

quinta-feira, março 22, 2007

041 - 22/03/2007 - Ralo e Fio Dental



Não existe ralo aqui. Isso mesmo. É uma péssima idéia deixar a banheira encher e transbordar. A água não tem para onde escorrer no banheiro e sái para o quarto alagando o carpete cinza de bolinhas laranja.

Também não tem fio dental. Ou melhor, esse tem, mas não é em qualquer lugar que a gente acha. É quase que uma loja de artigos exóticos para higiene bucal. Se eles nem tomam banho, imagina passar fio dental...

Esse aí em cima é o Sr. Sabão. Ele apareceu no meu banheiro no dia que tomei duas latinhas de cerveja. Não dá pra viver sozinho. Se o Náufrago encontrou Wilson, eu encontrei o Sr. Sabão.

quinta-feira, março 01, 2007

040 - 01/03/2007 - É amanhã!

- Vai fazer alguma coisa sexta?
- Sim!
- O quê?
- Vou ao Brasil...

he he he